quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Preciso de ajuda com relacionamentos

Prezados amigos, conhecidos e desconhecidos, preciso de uma luz para resolver um assunto do coração. Agradeço muito quem puder me ajudar. Estou em um relacionamento faz algum tempo. Acontece que uma ex me procurou recentemente, fazendo juras de amor, querendo voltar de qualquer jeito. Ela é boa em lembrar nossos momento bons, quando ela me tirou da sarjeta e me deixou uma pessoa mais estável. Diz estar em algumas coisas mudada, e que precisamos voltar para, juntos, crescermos e amadurecermos mais; e que nascemos um para o outro. Ela diz conhecer muito bem minha atual (a gente tem conversado bastante) e ela não tem pudores em falar abertamente que este meu relacionamento fracassou. E o pior, vocês não sabem...a minha atual descobriu esse assédio dessa ex; montou artilharia pesada...fez um contra-ataque que foi....de repente, ela sabia tudo de ruim e mais um pouco que essa minha ex tinha, falou que não iria me perder de jeito algum para ela e fez listas e listas de coisas que deram errado nesse namoro anterior. Ela ressalta sempre em como me ajudou a diversificar meus talentos, em como me apoiou a desenvolver potenciais que minha ex não dava a menor bola. Falou também que soube que essa minha ex teve um relacionamento recentemente e que o último ex fala mal dela sem parar nas redes sociais. 'É só perguntar para qualquer um dos amigos em comum', diz ela. Por outro lado, recentemente encontrei uma ex-diarista que minha atual havia mandado embora. Foi numa praça, perto duns coroas que jogavam xadrez. Ela me disse que minha atual pegava o dinheiro que era pra abastecer o carro com gasolina, colocava álcool e ficava com uma parte pra gastar com ela....será possível? Talvez seja mentira, por raiva de ter sido despedida...Na verdade, precisava confessar uma coisa...estava precisando mesmo de novos ares, uma mudança radical...tive até um flerte com uma ex-amiga da minha atual, mas acabou se transformando num amor impossível...voltando à realidade, sei que tenho essas duas opções...então, pra quem vocês acham que devo dar um voto de confiança?              

terça-feira, 8 de julho de 2014

Berlim é logo aqui


Alemanha passou o tanque por cima do Brasil. Atropelou, sem dó, nem piedade... No Brasil, estamos acostumados a um sete uns, principalmente os que organizaram essa Copa, mas não a um 7 x 1; se a seleção da Espanha pareceu um toureiro perneta em uma tourada, nossa seleção foi o verdadeiro bumba meu boi em sua armação tática. Mas o abate não precisava ser desse jeito tão cruel; o salsichão alemão veio carregado com a pimenta baiana, entrou com tudo pra dentro de um time de coluna engessada e sem criatividade... os alemães gostaram tanto da recepção brasileira que lhes proporcionaram um verdadeiro baile berlinense; entrar na área brasileira parecia mais fácil que bater em bêbado; o futebol brasileiro, outrora o melhor do mundo, derramou-se como uma tosca aguardente; os germanos nos deram um banho com sua mais pura cerveja. A Festa acabou! Apaguem as luzes; o último a sair Klose the door...

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Os Idiotas da Objetividade

"Quem diria...meu tricolor salvo pelos 'idiotas da objetividade'..."

 Moralidade, descanse em paz!


segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Portuguesa: Bonitinha, mas ordinária...

A 1ª instância do STJD acaba de punir a Portuguesa, por unanimidade, rebaixando-a à segunda divisão. Diante de tal fato, chamo à Tribuna um ilustríssimo tricolor.


sábado, 14 de dezembro de 2013

Invertendo o caso Portuguesa X Fluminense

Última rodada do Campeonato Brasileiro! Atenção e tensão geral!

A Portuguesa joga o jogo da vida na Série A. Apesar do esforço, da luta, não consegue. Está rebaixada!

O Fluminense, já salvo na rodada anterior, disputa uma partida sem valor, contra um adversário também sem grandes pretensões. Resultado: Empate. Nada mudou, nem poderia mesmo mudar no Campeonato.

Pasmem! O Fluminense escalou um jogador que estava suspenso nessa partida inútil! Ohhhhhh!

A Portuguesa pode se salvar agora e o Fluminense ser rebaixado! Vibram os lusitanos! Ehhhhh!

Seria a justiça divina por, no passado, 2 viradas de mesa que impediram o Flu de jogar a 2ª divisão?

A Procuradoria vai ter essa coragem? Será? Rebaixar um time grande por ter colocado um jogador suspenso, no final de um jogo 'para cumprir tabela'. Será? Ceará? Digo, o Fluminense pela Portuguesa?

Eis que chega o dia do Procurador Geral do STJD apresentar a denúncia....Ahhhhhh!

O Procurador denuncia o Fluminense! Ohhhhhhhhh!

Eis a denúncia! O Fluminense violou o art. 223 do CBJD. Que coragem! O Brasil está mudando... 

Calma, calma ai! Que diz esse artigo? Qual a punição? Vejam, tá logo ai embaixo.

Art. 223. Deixar de cumprir ou retardar o cumprimento de decisão, resolução, transação disciplinar desportiva ou determinação da Justiça Desportiva. (Redação dada pela Resolução CNE nº 29 de 2009).

PENA: multa, de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais).

Como assim? Pena de multa? Só multa? Cade aquela punição dos pontos, naquele outro artigo lá, Dr. Procurador? Queremos sangue!

"Calma, meus amigos, temos que entender que existe a moral do campo, inclusive um dos princípios da Justiça Deportiva é a prevalência dos resultados de campo e a estabilidade das competições. A Justiça não é fria, calculista, ela leva em consideração o caso concreto. Tenhamos razoabilidade! Vejam vocês mesmos:"

Art. 2º A interpretação e aplicação deste Código observará os seguintes princípios, sem prejuízo de outros: (Redação dada pela Resolução CNE nº 29 de 2009).

(...)

XVII – prevalência, continuidade e estabilidade das competições (pro competitione);

Nossa! Que bastião da Justiça e da moralidade! Um verdadeiro Rei Salomão! Ohhhhhhhh

Como não poderia deixar de ser, o Tribunal acata a denúncia! 

Condena o Fluminense! Na multa de R$100.000,00. Pena máxima! Rigor máximo! Ceará? Digo, será?

Chega 2014, o Flu joga a série A. 

Portuguesa a série B.

Ninguém nem se lembra mais do caso, pois temos um embargos infringentes para julgar.

Temos uma Copa do Mundo!

E todos viveram felizes para sempre... 




terça-feira, 15 de outubro de 2013

O delírio americano


Hoje, acompanhei mais um dos delírios do povo americano...Na última partida das eliminatórias, a seleção americana, já classificada para a Copa, perdia para o Panamá, resultado que levava o país do Canal para a repescagem e eliminava a mais odiada seleção da Concacaf, o México. Inclusive pelos americanos! Acontece que simplesmente aos 44 minutos do segundo tempo, a seleção americana empata o jogo. E não satisfeita, aos 47, vira a partida. Sem entrar em detalhes históricos, só podemos chegar a uma conclusão. O americano realmente é um grandessíssimo filha da puta que não sabe perder. For the spys: the american is a really, really big son of bitch, who don´t know how to lose. Remember: World Cup of 1994, in USA, Independence Day, Brazil 1 X 0 USA. Best wishes.  

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Mudança de Rumo: Mano Menezes deixa o Flamengo para se dedicar integralmente à música

MANO EM DOIS MOMENTOS: À esquerda, Mano Menezes como técnico da seleção brasileira. À direita, no comando da banda de heavy metal Metallica.


RIO, 20 Set (Reuters) – Mano Menezes, ex-treinador da seleção brasileira, deixou ontem o comando do Flamengo, após a derrota de 4x2 para o Atlético Paranaense no Maracanã. Depois do jogo, Mano saiu com bastante pressa do estádio rumo à Cidade do Rock, na Barra da Tijuca, onde comandou a apresentação histórica da banda de heavy metal Metallica no Rock in Rio, levando milhares de fãs ao delírio.
Agenda atribulada foi o motivo
O ex-treinador, na entrevista coletiva concedida após o jogo, alegou que o motivo da sua saída foi a dificuldade em conciliar a cerreira de astro do rock internacional com a de treinador de futebol de um dos maiores clubes do Brasil: “Peço desculpas aos torcedores do Flamengo, mas para mim não dá mais! Estou realmente estafado com essa rotina de ter que sair dos jogos e ir direto pegar um avião para me apresentar com o Metallica. Por enquanto quero me dedicar só à banda. Estou dando um tempo do futebol. Agora vou poder passar mais tempo com os manos do Metallica”.
Lars Ulrich, baterista da banda, disse que apoia a decisão de Mano, pois agora o Metallica poderá intensificar a agenda de shows.

(Reportagem de Gareth Robinson)